top of page

8M: A Ecologia Popular 100% com as Mulheres


Contra o mesmo vilão, as mulheres e a ecologia estão unidas. Na Luta por equidade, paridade e liberdade.

A ideologia machista, patriarcal, despreza tanto a importância das atividades das mulheres quanto os serviços ambientais, subvalorizando ou não valorizando. São ainda piores quando demonstram aversão ao reconhecimento de identidades plurais e às interações culturais com a Natureza.

Todos os indicadores sociais brasileiros demonstram resultados racistas e sexistas. Mulheres representam a maioria entre trabalhadores com salários baixos, lideram no desemprego e sofrem com o aumento inaceitável da violência sexual e feminicídio, sofrem com o descaso na saúde e educação públicas. Por isso sofrem mais com as consequências das crises econômica, social e ambiental.

Com as feministas vamos construir uma sociedade mais ecológica, com apoio daqueles prejudicados pela distribuição desigual das oportunidades econômicas e também pela distribuição ecológica desigual.

A luta feminista dá coerência e unicidade para duas ações populares, o ativismo e a militância, lutando de forma solidária e ativa contra todas as formas de opressão do patriarcado, do neocolonialismo, do racismo estrutural, sexismo e da escravidão moderna. Encaram o debate político questionando a legitimidade das estruturas que mantém as mulheres subjugadas. Reivindicam o direito de todas as mulheres a ter acesso aos meios de subsistência sustentáveis, bem como à proteção social, incluindo cuidados de saúde de qualidade, educação, água e saneamento. Lutam pela liberdade de escolha e autonomia em relação à integridade física, incluindo direito reprodutivo, identidade e orientação sexual, assim como pelo direito de expressar sua espiritualidade e cultura.

As feministas podem contar com o ecologismo para reunir forças e obter justiça social. Junto com as mulheres queremos realizar uma sociedade não-violenta. O Ecologismo popular enfrenta as políticas capitalistas que incendeiam o planeta e os pilares racistas e patriarcais que mantêm o sistema. A ecologia popular quer combater o sexismo nas raízes da sociedade e abordar questões sociais de gênero, classe e raça.

Essa construção coletiva já mostra sua força ao lutar, não só pelos direitos, mas, por ACESSOS. Por isso juntos encontram caminhos, identificando o necessário para transformar direito em liberdades reais na prática.

A data de hoje é conquista da mulher socialista, por isso, vitoriosas as feministas, mulheres que lutam!!

Com Cida Oliveira, no ato 8M em Juiz de Fora.

Com Cida Oliveira, no ato 8M em Juiz de Fora.


Com as Mulheres do PT, contra o Bolsonaro.

Com as Mulheres do PT, contra o Bolsonaro.

Anterior

Próximo

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page